20 julho 2010

Ampulhetas Day´s


Hoje é um otimo dia para saudar aqueles que não conseguem mais segurar a própria ampulheta.

É um otimo dia para comemorar a desinteligência aguda da própria insistência, e não se deixar reparar nas calças rasgadas pelo tempo.

Pra quem já não consegue mais empunhar os minutos e os deixam escorrer entre os dedos do destino, um brinde!

As areias escoam pelos olhos durante a madrugada enquanto a ampulheta permanece parada, ali do outro lado da minha alma translúcida e sem qualquer botão de rosas.

Devemos aproveitar este dia e contar cada grão de areia que cai sobre nossas cabeças como se estivessemos numa matemática agindo de uma forma como se fossemos um eloquente ourives, e não mais tentar joga-los de volta para cima. Apenas voltar a cometer o patético esforço em virar a própria ampulheta.

2 comentários:

Débbiie disse...

Você foi perfeito em poucas palavras, eu estou vendo meus dias passando correndo e frios; mais não tenho tomado atitude quanto a isso. As horas passam sem sentido e poucas vezes percebidas, raras as vezes que olho no relógio e vejo como eu tenho andando para trás.
Adorei MUITO seu blog. Voltooo sempre aqui!

jadenadaf disse...

o negócio é não perder tempo se preocupando com o próprio tempo, e aproveitar cada minuto como se fosse o último, um dia vc acerta, aheuihauhsua.